A ferrovia no território de Iperó

Estações no município de Iperó e o morro Araçoiaba como referência. (Google / Hugo Augusto Rodrigues)

Além da estação de Iperó (antiga Santo Antonio), que atualmente está em processo de reforma, em Iperó existem George Oetterer, Varnhagen, Coronel Mursa, Bacaetava e Bela Vista. As quatro primeiras no tronco da Sorocabana (São Paulo-Presidente Epitácio) e a última no ramal de Itararé (Iperó-Itararé).

Quando os trens de passageiros pararam de circular, a maioria das estações ficou abandonada. Com essas pequenas estações e paradas iperoenses a situação não foi diferente.

George Oetterer (antiga Villeta): o prédio foi completamente danificado e atualmente está tomado pelo mato. Abandono total.

Varnhagen (antiga Ipanema): a situação é um pouco melhor. A estação chegou a ser reformada em 1998, conforme registrou Ralph Mennucci Giesbrecht (autor do site Estações Ferroviárias e pesquisador sobre as ferrovias brasileiras), mas depois ficou abandonada. Visitantes da Floresta Nacional de Ipanema ainda vão à estação para conhecer o local. Mas como não há manutenção por parte da concessionária da ferrovia, a deterioração aumenta a cada dia.

Coronel Mursa: era apenas uma parada utilizada para abastecer as locomotivas. As caixas d’água existem até hoje.

Bacaetava: o prédio da estação não existe desde 1982, quando foi desmanchado pela própria Fepasa. Depois disso, foi construída uma cobertura sobre a antiga plataforma. A estrutura ainda está em pé, mas o telhadinho não resistiu ao tempo.

Bela Vista: teria sido a primeira estação no ramal de Itararé, mas nunca foi construído um prédio para essa finalidade. Só existia uma plataforma com cobertura. Atualmente está tomada pelo mato, mas é fácil localizá-la. Fica paralela à estrada Iperó-Tatuí, na entrada do bairro de mesmo nome.