Curiosidades relacionadas a Ipanema

Praia de Ipanema, no Rio de Janeiro, cujo nome se deve à Ipanema iperoense. (Hugo Augusto Rodrigues)

– Praia de Ipanema

Nome dado pelos índios, Ipanema significa “água ruim, suja, imprópria para o mergulho e a pesca”. Nossa Ipanema não é única: há outras em outros Estados, batizadas pelos índios com o mesmo propósito. Mas a Ipanema carioca (a famosa praia) ganhou esse nome não por causa da sujeira das águas, mas sim por causa da nossa Ipanema. E muita gente não sabe disso.

O fato é que José Antônio Moreira Filho (1830-1899), o segundo Barão de Ipanema, comprou as terras onde hoje está localizado o bairro carioca, no fim do século XIX, e fundou a Vila Ipanema em 1894. Seu pai, José Antônio Moreira, o primeiro Barão de Ipanema (posteriormente Visconde de Ipanema e Conde de Ipanema), era comerciante e, ao receber o título de barão em 1847, homenageou a Real Fábrica de Ferro de São João de Ipanema, hoje pertencente ao município de Iperó. Nasceu em São Paulo em 1797, mas passou a maior parte da vida no Rio de Janeiro, onde alcançou bastante prestígio junto à Corte e ocupou diversos cargos, sendo inclusive vereador no Rio de Janeiro na década de 1840 e presidente do Banco do Brasil no início da década de 1850. Faleceu no Rio de Janeiro em 1879.

Moreira Filho, o segundo Barão de Ipanema, transferiu o título de nobreza da sua família para as terras que acabara de comprar, banhadas por água limpa, cristalina, transparente e piscosa, com areia bastante branca e habitada por milhões de famílias de tatuís. A Ipanema carioca acabou recebendo artificialmente esse nome, pois água ruim e sem peixes era apenas a do rio que passava pela nossa Ipanema.

 

– Cemitério protestante

Logo no início das atividades da Real Fábrica de Ferro, em Ipanema, muitos europeus (suecos e alemães), todos protestantes, vieram trabalhar no local. Segundo consta, um desses funcionários teria entrado em depressão ao sentir saudades da terra natal e, por causa disso, acabou se suicidando. Os padres não autorizaram o enterro do homem em cemitério católico e, então, foi pedida uma permissão a Dom João VI para que se construísse um cemitério onde as pessoas de origem protestante pudessem ser enterradas. Com a permissão, Ipanema construiu, em 1811, aquele que é considerado o primeiro cemitério protestante do Brasil.

 

– Avião Ipanema

No fim da década de 60, começou a tomar forma o projeto para a construção de um avião que auxiliaria na atividade agrícola. O modelo foi batizado com o nome “Ipanema” pelo fato de que, dentro da fazenda, eram ministrados cursos para formação de mão-de-obra especializada em aviação agrícola. Após a criação da Embraer (1969), o projeto foi aperfeiçoado e, em 1972, a primeira unidade do Ipanema saiu da linha de produção. Nos anos seguintes, o modelo foi modificado, recebendo equipamentos e características técnicas que melhoraram o seu desempenho. O modelo atualizado foi identificado pela Embraer como EMB-201A.

 

– Filme “Antonio Conselheiro – Canudos”

Em 1976, já em fase final de filmagens, a Fazenda Ipanema foi utilizada como cenário do filme “Antonio Conselheiro – Canudos”, para filmar a sequência da destruição de Canudos. A produção era um misto de documentário e ficção, dirigida por Carlos Augusto de Oliveira. Era o ator Flávio Portho quem interpretava Antonio Conselheiro. Mesmo quem passava de trem no trecho de Ipanema conseguia ver as filmagens das últimas batalhas da guerra de Canudos.

 

– Rosquinhas de fubá da Fazenda Ipanema
Disponível no site Roteiro Gastronomico de Portugal

Receita de 1887

Ingredientes: 2 colheres (café) de sal, 2 xícaras (chá) de farinha de trigo, 1 xícara (chá) de fubá, 1 xícara (chá) de açúcar, 1 colher (sopa) de fermento em pó, 2 ovos, leite e 1 colher (sobremesa) de erva doce.

Preparo: Juntar os ingredientes, menos o leite, que deverá ser colocado aos poucos até dar a consistência na massa.
Amassar bem. Colocar o óleo para esquentar (deve ficar no fogo baixo), modelar as rosquinhas e fritá-las.
Depois de fritas, polvilhar com uma mistura de açúcar e canela.