“Laura Alves de Moura”

Laura Alves de Moura foi a primeira mulher eleita para a Câmara Municipal de Iperó, juntamente com Neide Fogaça de Lima. Eleitas em 1972.

Odemilson Paiffer

Que maravilha! Estou emocionado e imensamente grato, pois achei a foto da minha querida professora dona Laura Alves de Moura. Ela deu aula de português para mim no “Ageo Pereira do Amaral”, em Sorocaba, e também deu aula para muitos dos meus primos. Era uma mulher inteligentíssima, humilde e meiga. Que saudade.

 

Augusto Daniel Pavon

Dona Laura Alves, viúva de um senhor chamado Plínio. Penso que cheguei a conhecê-lo. Vivia com seus irmãos (Fiica, Zibi e José Alves) em uma casa na rua Samuel Domingues, esquina com a rua que desce até o antigo cinema (hoje rua José Alves, o mesmo irmão da dona Laura), em frente à casa que era do Paulo Zovaro. Depois de velha decidiu-se por estudar. Penso que seu marido, falecido, era funcionário público da ferrovia. Fez Letras em Sorocaba e lecionou por muitos anos. Foi treinadora do juvenil do Sorocabana Esporte Clube. Andava pelas cidades vizinhas, com Fiica, em feiras de artesanato. Numa época em que viajar não era fácil, ela e Fiica “fizeram” a Europa. Tinha um sorriso calmo, como ela. Falava baixo. Uma pessoa digna. Mais uma das que conheci na terrinha.